Após prisão, Temer é transferido de São Paulo para o Rio de Janeiro

Matéria publicada em: 21/03/2019 às 16:54

Preso na manhã desta quinta-feira (21), o ex-presidente Michel Temer (MDB) foi transferido nesta tarde desta quinta de São Paulo para o Rio de Janeiro. Avião com Temer decolou do Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, para o Rio por volta das 16h30.

Após prisão, Temer é transferido de São Paulo para o Rio de Janeiro — Foto: Reprodução/TV Globo

No avião, também estavam o advogado de Michel Temer e Carlos Alberto Costa, um dos presos na operação desta quinta.

Ele deixou a Delegacia Especial da PF em Cumbica, onde fez o exame do corpo de delito, em um carro preto rumo ao avião. A defesa de Temer pediu para que ele fique preso em uma sala especial na sede da PF no Rio de Janeiro, o que deve ser acatado.

A operação também prendeu o ex-ministro Moreira Franco no Rio de Janeiro e o coronel João Batista Lima Filho, amigo de Temer, em São Paulo, apontado como operador financeiro.

Michel Temer deixa delegacia da PF no Aeroporto de Guarulhos e segue para o Rio de aneiro

Os mandados foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, responsável pela Lava Jato no Rio de Janeiro. A prisão de Temer é preventiva. Ao todo são dez mandados de prisão: dois temporários e oito preventivos. Agentes também cumprem 26 mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro, em São Paulo, no Paraná e no Distrito Federal.

Temer falou por telefone ao jornalista Kennedy Alencar, da CBN, no momento em que havia sido preso. O ex-presidente afirmou que a prisão “é uma barbaridade”. Por telefone, o advogado Brian Prado afirmou que ainda está estudando a decisão e não tem como fazer nenhuma avaliação sobre a prisão.

FONTE: G1

Comentar no Facebook