Ministério da Saúde muda protocolo e amplia possibilidade de uso de cloroquina em casos leves

Matéria publicada em: 20/05/2020 às 11:13

 

O Ministério da Saúde divulgou agora há pouco orientações para o tratamento precoce em pacientes diagnosticados com a Covid-19 com medicamentos. Fato que altera o protocolo para o uso da Cloroquina e libera o medicamento para quadros leves, assim como era esperado desde a saída do ex-ministro Nelson Teich.

Logo no início do documento, eles consideram que “não existem evidências científicas robustas que possibilitem a indicação de terapia farmacológica específica para a Covid-19”.

Em uma live ontem, o presidente Bolsonaro já havia anunciado a mudança e disse: “quem é de direita toma Cloroquina, quem é de esquerda toma Tubaína”.

O novo protocolo já está valendo e pode ser aplicado em todos os hospitais do país. Agora será despachado por ofício para estados e municípios.

Junto com o protocolo, o MInistério da Saúde também divulgou um termo de consentimento para médicos e pacientes. Uma vez assinado, os envolvidos confirmam estar cientes do risco do uso do medicamento, que tem efeitos colaterais.

VEJA O DOCUMENTO COMPLETO NO LINK ABAIXO:

COVID-COE 19 documento final 19 de maio de 2020 as 18h33min.pdf

 

Com informações Ranylene Veloso

Comentar no Facebook